Efeito do treino com um software sobre o comportamento de identificar comportamentos verbais do psicoterapeuta

Diogo Antônio Bloes Chagas, Fernanda Borges Bessa

Resumen


Muitos autores têm focado o comportamento do psicoterapeuta como variável crítica para obter a melhora do cliente. Quais habilidades são fundamentais ao psicoterapeuta e como ensiná-las são de especial interesse para supervisores clínicos. Zamignani (2007) desenvolveu um sistema de categorização e um treino sistemático para observadores (software), a fim de ensinar a categorizar comportamentos do psicoterapeuta e do cliente. Entretanto, ainda não foi verificado se esse treino favorece desempenhos discriminados em alunos sem experiência clínica. O objetivo deste trabalho foi verificar se o treino sistemático para observadores pode ser uma ferramenta útil para treinar alunos sem experiência clínica a identificar categorias de comportamentos do psicoterapeuta. Onze alunos foram submetidos ao treino. Na linha de base, os alunos categorizaram os comportamentos do terapeuta em uma sessão transcrita e, posteriormente, fizeram o treino sistemático com o software. Na fase de teste os alunos categorizaram os comportamentos do terapeuta em duas sessões transcritas. O treino foi eficiente somente para as categorias de comportamento de “Facilitação” e “Empatia”, sendo que, dos 11 alunos, dez e nove, respectivamente, melhoram o desempenho de identificar as categorias. Para as categorias “Informação”, “Interpretação”, “Solicitação de Relato”, “Solicitação de Reflexão”, “Recomendação”, “Aprovação” e “Reprovação” o treino com o software não foi eficiente. Isso sugere que pesquisas são necessárias para testar, sob diversas condições, o treino sistemático para observadores.

Palabras clave


Treino; Treinamento de terapeutas; Terapia analítico-comportamental; Comportamento do terapeuta, Categorias de comportamento

Texto completo:

PDF