COMPARAÇÃO ENTRE O COAGULANTE NATURAL TANINO E OS COAGULANTES INORGÂNICOS PAC E CLORETO FÉRRICO PARA O TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUAIS DA INDÚSTRIA DE RECICLAGEM DE PLÁSTICOS

Contenido principal del artículo

Henrique Straioto
Alexandre Amado de Moura
Ricardo Nagamine Costanzi

Resumen

A presente pesquisa buscou realizar o tratamento de um efluente proveniente dos processos de lavagem de plástico, presentes em uma indústria de reciclagem. Para isso, foi analisado o desempenho do coagulante natural tanino em relação aos coagulantes inorgânicos cloreto de polialumínio (PAC) e do cloreto férrico. Os parâmetros estudados foram em relação à remoção de cor aparente, turbidez e DQO. O tratamento em escala de bancada foi composto pelos processos físico-químicos de coagulação, floculação e sedimentação, sendo que a determinação da quantidade de ensaios necessária e o processamento dos resultados obtidos foram realizados através do software Statistica. As variáveis dos ensaios foram as dosagens de coagulante e o pH de coagulação, sendo que depois da descoberta do tratamento ideal, o desempenho do coagulante tanino em relação a remoção de fósforo, nitrogênio, sólidos suspensos e sólidos totais, bem como alterações na condutividade e alcalinidade também foram verificados. Todos coagulantes chegaram a resultados de remoção de turbidez, cor aparente e DQO superiores a 97%, com destaque para o tanino, que além de superar os 99%, facilita o descarte do lodo, por ser um coagulante biodegradável.

Detalles del artículo

Cómo citar
Straioto, H., de Moura, A. A., & Costanzi, R. N. (2022). COMPARAÇÃO ENTRE O COAGULANTE NATURAL TANINO E OS COAGULANTES INORGÂNICOS PAC E CLORETO FÉRRICO PARA O TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUAIS DA INDÚSTRIA DE RECICLAGEM DE PLÁSTICOS. Revista AIDIS De Ingeniería Y Ciencias Ambientales. Investigación, Desarrollo Y práctica, 15(2), 685–700. https://doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2022.15.2.79237
Biografía del autor/a

Henrique Straioto, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Graduação em Engenharia Civil pela Universidade Paranaense (2016); Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Organização Educacional de Cruzeiro do Oeste (2019); Mestrado em Engenharia Ambiental, na área de Saneamento Ambiental, pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2019); Atualmente está matriculado no curso de Doutorado em Engenharia Química, da Universidade Estadual de Maringá, onde é bolsista CNPq e trabalha na área de gestão, controle e preservação ambiental. Tem experiência nas áreas de construção civil e no tratamento de efluentes industriais.

Alexandre Amado de Moura, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Possui bacharelado em Engenharia Civil (2016), especialização e mestrado (2018) e iniciou o doutorado em (2019). Desenvolve pesquisa na área de resíduo industrial. Possui interesse na proteção da propriedade intelectual e no desenvolvimento de pesquisa aplicada em inovação tecnológica.

 

Ricardo Nagamine Costanzi, Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR

Civil Engineering from the Federal University of São Carlos with emphasis on Urban Systems. Masters in Hydraulics and Sanitation, School of Engineering of São Carlos / USP. Doctorate in the field of Hydraulics and Sanitation Polytechnic School of São Paulo / USP. I Taught at the following educational institutions: PUC-MG, UNIOESTE-PR, Senac-SP, PR and Senai-UTFPR. Acts as Consultant and Designer Areas: - Water Reuse in building systems and industrial; - Treatment of domestic and industrial effluents; - Environmental Impact Studies in Water Systems and Energy; - Treatment systems for anaerobic biomass for biogas generation.